Música é minha alma



Quem não gosta de música, não é desse mundo. Ela é tão importante que está conosco nos dias felizes, ruins ou em qualquer hora, seja para remeter aquela memória ou inspirar o presente. Além de desencadear novos pensamentos, ela oferece uma grande fuga da realidade. Não estou exagerando quando digo que só a música preenche o buraco na minha alma e o vazio no meu coração.

Minha paixão aumentou quando eu ganhei uma promoção com vários CDs do The Who, naquela tarde coloquei Quadrophenia, albúm de 1973, para tocar, deitei-me no chão e comecei a ler as letras das músicas e imaginar como eles teriam feito aquele disco, a sensação era de ter descoberto um novo mundo.  Porque nada se compara ao prazer de ouvir ou ver a banda que você admira, te inspira, com suas canções que tocam seu coração de uma forma tão inexplicável.

Quero estar tão perto da música a ponto de sentir seu gosto, quero ser suficientemente destemida e cruzar a perigosa linha do rock’n’roll. Afinal, como eles sabem o que está na minha cabeça e pulsando em minha alma, a ponto de escreverem músicas, que me fazem sentir tão viva. Sinto que a música que corre em minhas veias é mais forte que eu pensava.

É incrível meu jeito com ela, parece que somos um só, minha alma parece renovada toda vez que ouço. Quando não estou ouvindo ou tocando, estou pensando, falando e lendo. Se você se identificou, deixe um comentário sobre quando essa paixão veio à tona na sua vida, quero conhecer sua história também!




2 comentários:

  1. A música realmente parece uma espécie de magia. Ela pode despertar diferentes sentimentos: alegria, tristeza e relaxamento.
    Para min é uma espécie ferramenta indispensável, pois me ajuda a relaxar e esquecer um pouco dos problemas e da correria do dia dia.
    www.verdadeirahistoria.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela faz isso tudo mesmo, por isso que amamos <3

      Excluir

Tecnologia do Blogger.